Início » Relatório aponta que ataques cibernéticos na Itália aumentaram devido à guerra na Ucrânia

Relatório aponta que ataques cibernéticos na Itália aumentaram devido à guerra na Ucrânia

19 de junho de 2023 - Por Comunità Italiana
Relatório aponta que ataques cibernéticos na Itália aumentaram devido à guerra na Ucrânia

Os ataques cibernéticos na Itália aumentaram devido à guerra na Ucrânia, de acordo com um relatório anual divulgado nesta segunda-feira (19) pela Agência de Segurança Cibernética Nacional (ACN). O documento lista 1.094 “incidentes cibernéticos” em 2022, incluindo ataques de malwares, phishing, ransomwares e invasões de caixas de e-mail.

Desse total, pelo menos 126 tiveram impacto confirmado na vítima. De acordo com o relatório, houve um “aumento acentuado na atividade maliciosa contra setores governamentais e infraestruturas críticas”.

Esse fenômeno, segundo a agência, se aguçou com a guerra da Rússia na Ucrânia, e a Itália está entre os países “mais afetados pela disseminação generalizada de malwares e ataques cibernéticos direcionados, especialmente contra os setores de saúde e energia”.

O próprio site da ACN chegou a ser alvo de um ataque do tipo DDoS, que consiste no envio em massa de falsos pedidos de acesso a sistemas informáticos para sobrecarregá-los e tirá-los do ar.

Ao todo, a agência contabilizou 160 ações cibernéticas contra instituições públicas italianas em 2022, sendo que 57 tiveram impacto confirmado, como o mau funcionamento de sistemas e atrasos em serviços. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 19h58
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.