Início » Prostituição na bota: multa de até 150 mil euros

Prostituição na bota: multa de até 150 mil euros

09 de setembro de 2008 - Por Comunità Italiana
O governo italiano prepara um novo projeto de lei para combater a prostituição, que prevê sanções tanto para quem exercer a atividade como para os clientes, segundo informou a imprensa local.

Com este projeto de lei, proposto pelo ministério para a Igualdade de Oportunidades e que será discutido no próximo Conselho de Ministros, o governo italiano pretende acabar com a prostituição e não apenas introduzir uma nova regulamentação.

O texto estabelece penas que variam entre cinco e 15 dias de prisão e multas de 200 a 3.000 euros para aqueles que "exerçam" ou "usufruam" da prostituição em lugares públicos.

Além disso, também estabelece penas de entre seis e 12 anos de prisão para os que obtenham lucro com a prostituição de menores, assim como multas entre 15 e 150 mil euros. Nesses casos, o cliente poderá ser condenado a uma pena de seis a quatro anos de prisão e a uma multa de entre 1.500 e 6.000 euros.

Com o texto, que foi anunciado antes do verão dentro do pacote de medidas sobre segurança proposto pelo governo conservador de Silvio Berlusconi, o Executivo quer endurecer as atuais leis na Itália, que estão em vigor desde 1958.

 
 
 
Fonte: EFE

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

Leia agora a edição 309

Do céu ao coração

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 22h06
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.