Início » Prodi poderá renunciar antes da votação do Senado na quinta-feira

Prodi poderá renunciar antes da votação do Senado na quinta-feira

23 de janeiro de 2008 - Por Comunità Italiana
O líder do governo italiano Romano Prodi poderá renunciar antes de se submeter, na quinta-feira, ao voto de confiança do Senado, onde a sua derrota é praticamente certa após o governo perder o apoio da maioria dos parlamentares, afirmaram as agências italianas Ansa e RadioCor.

"De acordo com fontes governamentais, o presidente Giorgio Napolitano teria sugerido que Prodi refletisse sobre a possibilidade de não se apresentar ao voto de confiança do Senado", afirmaram as duas agências.

A Câmara dos Deputados deu o voto de confiança ao mandatário nesta quarta-feira por 326 votos a favor contra 275 contra, o que já era esperado por especialistas.

Por sua vez, a votação no Senado, prevista para a quinta-feira, poderá determinar a queda do frágil governo de centro-esquerda liderado por Prodi, já que perdeu o apoio do pequeno partido Udeur, do ex-ministro da Justiça Clemente Mastella, investigado por corrupção. A Itália adota o regime parlamentarista e o chefe do governo necessita do apoio dos ramos do Parlamento, em caso contrário deve renunciar.

A incerteza política que atinge a Itália se deve ao fato de o Executivo não ter os votos necessários nem o apoio dos senadores vitalícios, designados pelo presidente da República e não por voto popular, para obter a maioria no Senado.

Segundo o jornal La Repubblica (esquerda), o 'Professor', como Prodi é chamado, estava disposto a batalhar no Senado, já que calculava que dois dos três senadores da Udeur iriam dar seu apoio, o que parece ser pouco provável agora.

A renúncia de Prodi provocaria provavelmente eleições antecipadas. Segundo o diário La Stampa, "a esquerda está aterrorizada diante da possibilidade de que se convoquem essas eleições".

As pesquisas indicam uma vitória indiscutível da direita por 10 a 12 pontos, com 56% a 54% dos votos contra 44/45%, o que poderia indicar o regresso ao poder do líder da oposição, o magnata das comunicações Silvio Berlusconi, que foi primeiro-ministro por cinco anos (2001-2006).

 

Fonte: AFP / G1 

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

Leia agora a edição 310

Editorial: Desastres e mobilização 2

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 04h09
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.