Início » Estudantes protestam contra aumento no preço dos aluguéis na Itália

Estudantes protestam contra aumento no preço dos aluguéis na Itália

09 de maio de 2023 - Por Comunità Italiana
Estudantes protestam contra aumento no preço dos aluguéis na Itália

Um protesto contra o aumento no preço dos aluguéis na Itália iniciado por Ilaria Lamera, uma estudante do Politécnico de Milão, chegou a Roma nesta terça-feira (9). Uma série de tendas foi montada em frente à reitoria da Universidade La Sapienza para pedir que as autoridades decidam “enfrentar de uma vez por todas a emergência de moradias para estudantes”.

“Em Roma há 40 mil estudantes fora da cidade, o preço médio de um quarto não sai abaixo de 500 euros, claramente há um problema”, argumentam os jovens da Sinistra Universitaria, associação que organizou o protesto.

Os dados confirmam que “procurar uma casa em Roma hoje se tornou um negócio, os apartamentos disponíveis custam em média 500 euros e há 40 mil alunos fora da sala de aula, um terço de toda a população universitária”, acrescentam os alunos.

De acordo com o coordenador da Sinistra Universitaria, Leone Piva, “a situação tornou-se agora insustentável” e “ter uma casa em Roma para um estudante é um privilégio que poucos podem pagar, e quem tem mais dificuldades é obrigado a trabalhar em condições extremamente precárias para manter o custo de um aluguel”.

“As ferramentas que a região disponibiliza através da contribuição habitacional e bolsas continuam a ser soluções temporárias e escassas, e o dinheiro investido em residências estudantis ainda é escasso”, reforçam.

Os estudantes pedem mais investimentos, e as principais reivindicações são duas: colocar um teto nas rendas e aumentar as vagas disponíveis nas residências, “embora na realidade os jovens gostariam de uma mudança geral na atitude das instituições”.

A expectativa é de que os alunos fiquem nas tendas, “por tempo indeterminado, até ter um diálogo com a reitora Antonella Polimeni e com a região”.

Ontem (8), o Ministério da Universidade e da Pesquisa da Itália decretou a criação de um grupo de especialistas para estudar o preço médio que os estudantes pagam pelas residências para “dar respostas em tempos breves”.

A ministra Anna Maria Bernini anunciou que a equipe deverá estudar o tema para “garantir o direito ao estudo” e analisar o custo médio pago por um quarto, tendo em conta o preço de mercado de cada região, o tipo de imóvel e o nível de serviços oferecidos.

A iniciativa, prevista no Plano Nacional de Retomada e Resiliência, pretende “formular propostas úteis” e uma possível “redução de 15% com base no custo final” para cada local. (com dados da Ansa)

Comunità Italiana

A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil.

Leia também outras matérias da nossa revista.



Comentários

ENQUETE

Loading poll ...

NOSSO E-BOOK GRÁTIS

SIGA NAS REDES

HORA E CLIMA EM ROMA

  • Sun Cloud
  • 15h19
fique por dentro

Não perca
nenhuma
notícia.

Cadastra-se na nossa ferramenta e receba diretamente no seu WhatsApp as últimas notícias da comunidade.