Fim do foro privilegiado

O plenário do Senado aprovou hoje (26), por 75 votos a favor e nenhum contra, em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição …

Read more

Il prezzo della Alitalia

Il ministro dello Sviluppo Economico Carlo Calenda, a proposito di un possibile salvataggio pubblico di Alitalia, ha dichiarato lo scorso 25 aprile: "I cittadini …

Read more

Venezuela deixa a OEA

A chanceler da Venezuela, Delcy Rodríguez, anunciou nesta quarta-feira (26) que o país iniciará hoje um procedimento para deixar a Organização de Estados Americanos …

Read more

Fim do foro privilegiado

Il prezzo della Alitalia

Venezuela deixa a OEA

28Sex

ClaudiaMonteiroDeCastro1Da Paolino
Jantar no restaurante Da Paolino, em Capri, é uma experiência inesquecível. Além de sua tradição (existe desde 1978) e de ter recebido pessoas famosas do mundo inteiro, é um dos lugares mais românticos e mágicos onde se possa saborear uma refeição: sob limoeiros. Um sonho. A comida é saborosa, tanto massas quanto pratos de peixe, mas o que deixa marcas profundas na memória é o buffet de doces. Nunca vi algo igual: figos, morangos e frutas de todos os tipos, uma montanha de chantilly, cheesecake de mirtilo, torta caprese (uma especialidade de Capri) e dúzias de delícias mais.

 

 

 

 

 

 

ClaudiaMonteiroDeCastro2Revisitando Capri
Capri e Veneza são dessas pérolas italianas que muitos turistas matam num bate e volta. A maioria dos turistas que vêm a estas duas belezas chegam cedinho, passeiam, almoçam e zarpam com o pôr do sol. Não poderiam cometer um erro maior. Afinal, durante o dia as duas ficam abarrotadas de gente. Você e toda a torcida do Flamengo (perdão a quem torce para o Fluminense) estarão curtindo Capri ou Veneza juntos. E é difícil curtir esses lugares quando suas ruas estão todas ocupadas. Vale a pena dormir ao menos uma noite (melhor ainda se puder ficar três) para apreciar o pôr do sol com toda a calma, o silêncio das ruelas desertas e, no caso de Capri, o céu estrelado. Veneza visito a cada cinco anos. Cada vez descubro um canto que não conhecia: a Ilha de Torcello, o Lido de Venezia, o museu de Peggy Guggenheim, a Scuola Grande di San Rocco.
A Capri eu não voltava há 20 anos. Sempre tinha vontade de voltar, mas acabava preferindo conhecer outros lugares. E os preços dos hotéis não ajudavam. Mas, dessa vez, resolvi revê-la com os olhos de agora. Por três dias. Sem planos, itinerários e mil coisas para visitar, como sempre faço. Com calma e com vontade de improvisar. Para ser sincera, só vim com uma listinha pequena (para meus padrões) de coisinhas que eu tinha muita vontade de fazer: 1) jantar no Paolino, um restaurante turístico famoso por ser todo repleto de limoeiros; 2) visitar a livraria-editora La Conchiglia, uma editora pequenina de Capri da qual eu havia comprado livros interessantes no passado; 3) ver a casa onde Neruda morou em seu exílio; 4) comprar sandálias típicas de Capri na mesma loja onde eu havia comprado há 20 anos, Schettino.
Eu havia comprado com minha mãe um par de sandálias lindo. Quando já estávamos de volta em Nápoles, abri a sacola e descobri que cada sandália era de uma cor diferente! Mandei de volta para a loja e conforme combinamos, a dona me mandou o par correto para Brindisi, onde eu pegaria o navio para a Grécia. Nunca vou me esquecer do susto que levei quando abri a sacolinha com as sandálias. E nunca vou esquecer da senhora Lidia, que foi supersimpática, apesar do quiproquó. E eis que lá vou eu de novo à loja, dessa vez com meus dois pimpolhos. Incrível! A dona ainda estava lá, hoje com 78 anos! Foi emocionante revê-la. Contei toda a história para ela, nos abraçamos e apresentei meus filhos. Na Itália, país da tradição, essas coisas ainda acontecem: voltar 20 anos depois para o mesmo lugar e algumas coisas serem como antes. Cumpri minha listinha e, irrequieta como sou, acabamos fazendo muito mais. Arrivederci Capri, até um dia!

saporid’italia

Panzerotto carioca

A bordo de um moto triciclo transformado em food truck, Rossella Speranza oferece o panzerotto, iguaria típica do sul da Itália que já caiu no gosto dos cariocas

De Stefania Pelusi  |  
Tecnologia

TIM avança com novas ofertas e inovação

Telecom Italia, controladora da TIM Brasil, deve investir 11 bilhões de euros até 2019, com maior oferta de produtos inovadores

De Caroline Pellegrino  |  

Hora em Roma

Rome
Istruzione

Le ricette di una lingua

Lettrice di italiano presso l’UFMG, Rosalba Principato ci racconta le iniziative per far conoscere aspetti culturali, storici, geografici, politici, sociali del nostro Paese

De Giancarlo Palmesi  |  
Turismo

À espera de Francisco

Como o parque de Monza, o maior recinto natural urbano da Europa, se preprarou durante meses para dar as boas-vindas ao papa argentino

De Guilherme Aquino  |  

Enquete

Enquete

A Itália comemora no dia 25 de abril a Liberação do Nazifascismo. Você acredita que o mundo está livre do totalitarismo?

Cotação Euro



qUEM SOMOS

A comunidade ítalo-brasileira é notória pela atuação diferenciada nos mais diversos setores. Italianos e seus descendentes fazem opinião e têm importante poder de decisão por aqui. A revista ComunitàItaliana é a mídia nascida em março de 1994 como ligação entre Itália e Brasil. Traz os assuntos mais relevantes para os dois países, une modernidade e bom gosto para atender a um público que faz a diferença na sociedade. Mensal, com projeto gráfico e editorial modernos, conteúdo diversificado e entrevistas exclusivas com personalidades, esta revista fundada pelo jornalista e executivo Pietro Petraglia junto a intelectuais e personalidades de diversos segmentos é única no mercado editorial.

Últimos Twittes

comunitaitalia O belíssimo Duomo di Firenze para encantar sua noite! Buona serata! Conheça a maior mídia ítalo-brasileira,... https://t.co/KbvGroAsgk
6hreplyretweet
comunitaitalia Em Roma, os editores Andrea Santurbano, Fábio Pierangeli, Patricia Peterle, responsáveis pelo Mosaico Italiano,... https://t.co/UoFvgMV4J2
12hreplyretweet
comunitaitalia Um almoço em Castel Gandolfo, que fica na região metropolitana de Roma! A comuna é conhecida por abrigar o... https://t.co/q1iLou5QHY
12hreplyretweet

Facebook